Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO TRISTE

Quando velhinha de cabelos brancos
Pela casa arrastando os seus chinelos,
Noventa aninhos, e sorrisos francos,
Há de lembrar dos casos tão singelos:

Há de lembrar dos gritos, dos arrancos
De Gertrudes, papos alegres, belos,
Tricotando os farsantes, saltimbancos,
A lingüinha e os bonecos amarelos.

E há de rir, que ninguém saiba o por quê.
Nós dois no mundo virtual, você
Brigando, e eu com meus ciúmes infernais.

Aproveite, menina, a sua vida:
É jovem, linda, pura, tão querida.
O restante é saudade e nada mais!
Lucan
Enviado por Lucan em 08/09/2006
Código do texto: T235681
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:47)
Lucan