Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VOCÊ

Um dia fiz soneto à minha amada
Em que contava o meu final modesto!
Mostrei-lhe de antemão a obra acabada
Certo de ser coerente e bem honesto.

Ela leu. Friamente agoniada
Respondeu-me em simplório manifesto,
Com uma só palavra aligeirada:
Somente assim, sem digressão: DETESTO...

Agora eu lhe respondo que o meu barco
À deriva era um gesto, um certo marco
Onde a vida feliz começaria,

Tal como a praia alegre, à luz do sol,
E, à tarde, a nostalgia do arrebol
Quando alguém recitava uma poesia!!!
Lucan
Enviado por Lucan em 15/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T240757
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86943 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:44)
Lucan