Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU CARMA

Sei que nunca terei os doces beijos
Mesmo que lute, chore ou que conclame!
Sempre tive negado os meus desejos
Como se eu fosse um pecador infame!

Caminho sempre ao lado dos andejos,
Mas quando chego, sinto atroz vexame...
Já acabaram os fogos e os festejos.
Deve ser lá do Céu, algum ditame.

Não beijarei seus lábios, com certeza,
Mas ficará eternamente presa
Nesta minh’alma a mais feliz lembrança:

O que há de mais sagrado em sua imagem
E escreverei poesias de homenagem
Às horas, que vivemos, de bonança!
Lucan
Enviado por Lucan em 04/10/2006
Código do texto: T255804
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86942 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:14)
Lucan