Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA GUERRA DO AMOR

No êxtase da paixão incontrolada
Encontrei-a no palco do destino.
Era uma deusa, milagrosa fada...
A ela me dei em franco desatino.

Enfrentei o aço frio de uma espada,
Bati-me contra o ciúme mais cretino.
Mas eu não tinha status, era um nada,
Como enfrentar um mundo mais grã-fino?

Como guerreiro tinha a poesia,
Vontade de vencer e compreendia
Que só perde uma luta quem muito erra.

E eu errei!... O destino escureceu!
Ara! Eu era só poeta, era plebeu,
Não tinha títulos... perdi a guerra!!!
Lucan
Enviado por Lucan em 21/10/2006
Código do texto: T269893
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86942 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:57)
Lucan