Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LUA PRATEADA

Eu quis fazer um poema de amor,
Mas detive-me sob a luz do luar.
E fascinada com tanto esplendor,
Senti a poesia que pairava no ar.

E o céu tal qual amante ciumento
Cobriu de nuvem a beleza da lua
E fez chover, alheio ao meu lamento,
Por vingança, sabendo eu não ser sua.

Por isso quando às vezes um enamorado
Contempla com olhar fixo a lua prateada,
Vem logo aquela nuvenzinha

Emissária do céu enciumado,
Para cobrir a abóbada iluminada,
Como inocente e distraída jovenzinha.


24/11/2006


***


Postei este como soneto, mas devido às discussões surgidas no Recanto sobre o assunto e por não dominar o tema com perfeição, classifiquei-o, nesta data de 11/02/07, simplesmente como poesia. Posteriormente, lendo a teoria sobre o tema, achei que a composição não está de todo imprópria, precisando de alguns ajustes, o que se dará com o tempo, muito exercício e estudo.

DIANA GONÇALVES
Enviado por DIANA GONÇALVES em 24/11/2006
Reeditado em 12/02/2007
Código do texto: T300185
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ((Diana Gonçalves - pseudônimo) http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=1908). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
DIANA GONÇALVES
São Paulo - São Paulo - Brasil
647 textos (753153 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:27)
DIANA GONÇALVES

Site do Escritor