Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trovas-1

Trago nos refolhos dalma
Um rosário de amarguras
Perco o bom humor, a calma,
E a esperança de venturas.

Esta noite, meus desejos
Infinitos realizei:
Cobri teus lábios de beijos!
Depois? Depois acordei!...

Bela, pequena e valente,
A podar o sei jardim,
Era uma flor bem contente
Entre as flores de carmim.

A vida é curta! Cuidado!
Não vale a pena maldade.
É bom ficar preparado
Pra viver na eternidade.

Raia o sol para o trabalho,
Raiam os anos da idade.
São bigorna e altivo malho
No ninhal da eternidade.

Se o sol coubesse num dia,
Com persistência e acuidade,
O infinito caberia
No crisol da eternidade.
Lucan
Enviado por Lucan em 22/05/2006
Reeditado em 24/11/2006
Código do texto: T160880
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86948 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:15)
Lucan