Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CASOS EM QUE A CRASE É FACULTATIVA

_________________________________________________________

 

Antes de Pronomes Possessivos Femininos o uso do acento indicativo de crase é facultativo, isto é, dependerá da preferência do escritor: Referiu-se a minha viagem. Ou: Referiu-se à minha viagem.

   Faço referência a tua prima. Ou: à tua prima.

   Fiz um apelo as minhas colegas. Ou: às minhas colegas.

Observações:

1ª. Seguindo-se a atual tendência é preferível usá-lo diante dos possessivos, principalmente depois de verbos, para evitarmos casos de ambiguidade.

2ª. Pronomes possessivos antecedidos de nomes de parentescos rejeitam o acento indicativo de crase: Refiro-me a sua mãe, e não à minha (mãe).

Antes desses nomes de lugar: Europa, Ásia, África, França, Inglaterra, Espanha, Holanda, Escócia. Exemplos:

   Fui a (ou: à) Europa, e não a (ou: à) Ásia.

Antes de nomes de mulheres: Escrevi a Joana (ou à Joana).

Se a pessoa for íntima de quem fala, melhor usar a crase. Entretanto, isso dependerá da preferência do escritor:

   Mandamos um convite à Marília. (ou, se preferir: a Marília).

Com a Locução: "até a" – A preposição "até" possui como variante a locução "até a" e seu emprego é facultativo; mesmo quando "até" for seguido dos demonstrativos aquele (s), aquela (s), aquilo:

   Foi até a porta (ou: até à). Verifique: até o (ou: ao) portão.

   Ficou no escritório até a (ou: à) meia-noite. (até o (ao) meio-dia)

   Vou até a (à) farmácia. Verifique: até o (ou: ao) mercado.

   Cheguei até aquela (ou: àquela) janela. Verifique: até o (ao) portão.

Mas Atenção: Se "até a" tiver a significação de "até mesmo", perde a variante, então a ocorrência da crase deve ser verificada por meio da substituição por um termo masculino:

Estudava até (mesmo) as línguas da Índia. Verif.: até os dialetos...

Obedecia até (mesmo) às ordens mais absurdas. (até aos caprichos...) ®Sérgio.

Para Ter Acesso aos Exercícios e Gabarito, Clique AQUI!

Veja Também: (clique no link)

Casos em que a Crase é Facultativa.

Artifícios para Verificar a Crase.

Casos em que não se usa a crase.

A Crase Antes das Palavras Terra e Casa

Locuções em que Não Há Crase.

Locuções em que Há Crase.

__________________________________

Para maiores informações a respeito do assunto ver: Domingos Paschoal Cegalla, Novíssima Gramática da Língua Portuguesa; Editora Nacional, 2005; e adaptadas ao texto. / Adriano da Gama Kuri, Ortografia, Pontuação, Crase.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 11/05/2010
Reeditado em 28/01/2013
Código do texto: T2250476
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 67 anos
1281 textos (14864862 leituras)
7 e-livros (6203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/10/14 00:55)
Ricardo Sérgio



Rádio Poética