CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

AS REGÊNCIAS DO VERBO AGRADECER

________________________________________________________

Verbos & Dúvidas

Nós aprendemos a regência naturalmente, intuitivamente, no dia-a-dia. Ninguém precisou ensinar para nós que quem gosta, gosta de alguém. Ou que quem concorda, concorda com alguma coisa. Ou que quem confia, confia em algo. E assim por diante. Só que a gramática, muitas vezes, estabelece formas diferentes das que utilizamos na linguagem cotidiana, como as que veremos abaixo:

1ª. Com o sentido de mostrar-se grato por alguma coisa, é transitivo direto. Use-o sem preposição:

   Agradeceu o favor recebido.

   Agradeço o favor que me prestou.

   Agradeço a audiência recebida.

   Agradeço as flores que me enviou.

   Agradecemos o bom atendimento.

2ª. Com sentido de demonstrar gratidão a alguém, é transitivo indireto. Use-o com a preposição [a]:

   Agradeço aos ouvintes.

   Já agradeci aos que me ajudaram.

   Recebi o livro e ainda não lhe agradeci. (lhe = a você)

   A empresa agradece aos funcionários.

3ª. Com o sentido de demonstrar gratidão "a alguém" por "alguma coisa", é transitivo direto e indireto:

   Agradecemos a V.S.ª (indireto) / o convite (direto).

   Agradecemos ao Senhor (indireto) / as bênçãos (direto) recebidas.

   Agradeço ao chefe / a carta de recomendação.

   Agradeceu-lhe (= a ele) o convite.

   Agradeceu-lhes (= a eles) a gentileza.

   Agradeceu a Deus (indireto) a graça alcançada (direto).

Observação: Como se agradece sempre a alguém, não existe a forma "agradecê-lo", mas apenas agradecer-lhe. ®Sérgio.

Tópicos Relacionados: (clique no link)

A Regência do Verbo Apelar - Verbos & Dúvidas

A Oralidade na Regência do Verbo Custar

O Verbo Transitivo na Regência Verbal

Regência Nominal

________________________________________

Bibliografia: CEGALLA, Domingos Paschoal. Dicionário de Dificuldades da Língua Portuguesa. Ed. Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 1996. / SIMÕES, Sérgio Lourenço. Regência Nominal e Verbal Sem Segredo. São Paulo: UNINOVE, 2009. V. 2.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 30/05/2011
Reeditado em 14/07/2011
Código do texto: T3003802

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
1281 textos (14602623 leituras)
7 e-livros (6088 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/14 11:23)