Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONCORDÂNCIA VERBAL (2)

___________________________________________

Sujeito Simples

 

CONCORDÂNCIA COM O SUJEITO COLETIVO - O coletivo é singular na forma, mas expressa idéia de pluralidade. Portanto, o verbo concordará no singular quando o sujeito for coletivo:

   O exército infiel foi derrotado.

   O povo aplaudiu o orador.

Observação: Se o coletivo vier seguido de substantivo plural e anteceder ao verbo, poderá ir para o plural quando se quer salientar não a ação do conjunto, mas a dos indivíduos: Uma porção de índios surgiram do meio das árvores.

   Uma multidão de crianças penetraram (ou: penetrou) na caverna.

A MAIOR PARTE, GRANDE PARTE METADE DE, A MAIORIA DE - Com estas expressões quantitativas seguidas de substantivo ou pronome no plural, o verbo pode ir para o singular (concordando com o coletivo) ou para o plural (concordando com o substantivo ou pronome):

   A maioria das pessoas não sabe ou sabem isso.

   Metade dos alunos fez ou fizeram o trabalho.

Cuidado na escolha! Veja:

   Grande parte dos homens ficou preocupada.<= grande parte.

   Grande parte dos homens ficaram preocupados. <= os homens.

07. NAS EXPRESSÕES: MAIS DE, MENOS DE, CERCA DE, PERTO DE o verbo sempre concorda com o [numeral] que o acompanha:

   Mais de um estudante honra esse nome.

   Menos de duas pessoas entraram no cinema.

   Perto de mil crianças estão desaparecidas.

Mas, atenção: Com a expressão [mais de um] pode ocorrer [plural] em duas situações: . Quando a expressão mais de um vem [repetida]:

   Mais de um oficial, mais de um general foram mortos.

   Mais de um padre, mais de um bispo estavam presentes.

2ª. Quando o verbo dá ideia de [ação recíproca]:

   Mais de um veículo se entrechocaram.

   Mais de um jogador se abraçaram depois da partida.

CONCORDÂNCIA COM NOMES PRÓPRIOS NO PLURAL - Se o sujeito for constituído por nomes próprios que só tem no plural, temos duas construções possíveis:

1ª. Se tais nomes não vierem precedidos [de artigo plural], o verbo fica sempre no singular: Itens nunca teve acento.

   Minas Gerais possui grandes jazidas de ferro.

2ª. Quando esses nomes são usados com o [artigo no plural], levam o verbo para o plural, concordando com o artigo:

   As Minas Gerais foram o cenário da Conjuração Mineira.

   Os Andes ficam na América do Sul.

Títulos de Obras Literárias também seguem a mesma regra:

   Os Lusíadas tornaram Camões imortal.

Mas, atenção: Embora precedido de artigo, o verbo pode [ficar no singular], por efeito da [concordância ideológica] feita com um termo implícito, [a obra] ou o [o livro]: (a obra) Os Lusíadas tornou Camões imortal.

   (o livro) Os Sertões glorificou nossa literatura.

NOS NOMES DE FILMES E TELENOVELAS NO PLURAL o verbo fica sempre no singular: Os Mansos rendeu bom dinheiro a seu diretor.

   Os Imigrantes agradou a todos os telespectadores. ®Sérgio.

Tópicos Relacionados: (clique no link)

Concordância Verbal (1) – Sujeito Simples.  

Concordância Verbal (3) – Sujeito Simples e Composto.  

Concordância Verbal (4) – Sujeito Composto.  

Concordância Verbal – Exercícios – Segunda Parte.

Concordância Verbal – Exercícios – Terceira Parte.

Concordância Verbal – Exercícios – Primeira Parte.  

________________________________________

Bibliografia: Cegalla, Domingos Paschoal. Dicionário de Dificuldades da Língua Portuguesa. Ed. Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 1996. / Rocha Lima, Carlos Henrique da.  Gramática normativa da língua portuguesa. 45ª ed.  Rio de janeiro: José Olympio, 2006.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 18/10/2005
Reeditado em 31/07/2012
Código do texto: T60684
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 69 anos
1281 textos (21145366 leituras)
7 e-livros (8543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:08)
Ricardo Sérgio