CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

GLOSSÁRIO DOS DEUSES E HERÓIS GREGOS

____________________________________________

Nomes Iniciados por "A e B"

"Os deuses gregos eram retratados como semelhantes aos humanos, porém imunes ao tempo, a doenças e a feridas. Eram capazes de se tornarem invisíveis, de viajarem grandes distâncias quase que instantaneamente e de falarem através de seres humanos sem o conhecimento destes.”

Os nomes entre parênteses correspondem à associação dos deuses romanos aos deuses gregos. Por exemplo: o deus Baco dos romanos está associado a Dionísio, dos gregos. Então, Dionísio (Baco).

ADÔNIS – Símbolo da beleza masculina, representado por um jovem caçador. Filho incestuoso de Mirra e de seu próprio pai, Ciniras, rei de Chipre. Amado por Perséfone (filha de Zeus) e Afrodite (Vênus). Morreu durante uma caçada. Vênus, para não perder o amado, conseguiu a permissão de Zeus (Júpiter) para que Adônis passasse dois terços do ano em sua companhia e outro terço no mundo dos mortos.

AFRODITE (Vênus) - Deusa do amor, da beleza e do êxtase sexual. De acordo com Hesíodo, Afrodite nasceu quando Urano foi castrado por seu filho Cronos (Saturno), com uma foice de dentes agudos, que atirou os órgãos genitais do pai ao mar. O membro cortado ejacula uma última vez e um turbilhão levantou-se das águas e dele teria surgido Afrodite. Zéfiro a levou, sobre as ondas, até a ilha de Chipre, onde foi recolhida e cuidada pelas Estações que a levaram, depois a assembléia dos deuses. Todos ficaram encantados com sua beleza e desejaram-na para esposa. Zeus (Júpiter) temendo uma briga entre os deuses, devido os encantos de Afrodite, resolveu casá-la com Hefestos (Vulcano) - deus do fogo, coxo e um dos mais feios deuses do Olimpo - em gratidão pelo serviço que ele prestara, forjando os raios. O casamento não deu certo. Amante de Ares, a quem deu vários filhos (entre eles Fobos = Medo, e Demos = Terror). Com Hermes (mensageiro dos deuses) deu a luz a um menino que tinha os dois sexos e recebeu o nome de Hermafrodito. Com Apolo teve o filho Himeneu (deus do casamento). Afrodite possuía um cinto bordado, o /cestus, que tinha o poder de inspirar o amor. Suas aves prefiridas eram o pombos e os cisnes, e a rosa era flor a ele dedicada. Afrodite era também mãe de Eros (Cupido), deus do amor.

AGAMENON - Herói homérico. Filho do rei Atreu de Micenas (ou Argos) e da rainha Aerope. Figura na Ilíada, como um soldado valoroso e austero, que comandou os gregos na guerra contra Tróia. Marido de Clitemnestra; foi traído e morto por ela e seu amante, após o retorno de Tróia.

ANFITRITE – Rainha dos mares. Filha de Nereu (antiga divindade do mar) e Dóris. Casada com Poseidon (Netuno). É representada a percorrer o mar em um carro puxado pelos Tritões, seus filhos, que tinham corpo de homem e cauda de peixe.

APOLO (Febo = brilhante) Deus do sol e patrono da verdade, da música, da medicina e pai da profecia. Filho de Zeus (Júpiter) e de Leto, irmão de Ártemis (Diana) deusa da caça. Fundou o oráculo (templo) de Delfos, que dava conselhos aos gregos através da Pitonisa, sacerdotisa de Apolo, que entrava em transe devido aos vapores vindos das profundezas da terra. É imensa a quantidade de lendas que lhe atribuem.

AQUELÓO – Filho do Oceano e de Tétis, era um dos rios mais cultuados da Grécia. Tinha o dom da metamorfose, que usou para enfrentar Hércules quando disputou a mão de Dejanira, filha de Eneu, o rei de Calidon. Sendo, porém, derrotado por este.

AQUILES – Herói da Guerra de Troia. Filho de Peleu e Tétis, deusa marinha. Ao nascer, sua mãe segurou-o pelo calcanhar e mergulhou-o nas águas do rio Estige, para torná-lo invulnerável; porém ela se esqueceu do calcanhar. Na Guerra de Troia acabou sendo morto justamente com uma flechada no calcanhar que ficou vulnerável. Suas proezas estão narradas na Ilíada de Homero.

ARES (Marte) - Deus da guerra. Seu símbolo era o abutre. Filho de Zeus (Júpiter) e de Hera (Juno). Seus pais detestavam-no. Tinha o espírito violento e combativo; apreciava cenas brutais e tinha prazer em observar a dor alheia. Só encontrava prazer nas batalhas. Por isso, não era muito apreciado pelos gregos, que davam prioridade aos valores do espírito e à sabedoria. Embora dotado de força extraordinária, era vítima frequente de logros e enganos, devido a sua pouca inteligência. Atenas (deusa da sabedoria) o venceu várias vezes, o que era uma forma de demonstrar o triunfo da razão sobre a brutalidade.

ARGOS – Era um gigante dotado de cem olhos. Quando dormia, mantinha 50 deles despertos. Servo fiel de Hera (Juno) é incumbido pela deusa de vigiar "Io", uma princesa e amante de Zeus, transformada em uma novilha. Para libertar Io a mando de Zeus, Hermes (Mercúrio) o pôs para dormir e em seguida lhe cortou a cabeça. Hera, para homenageá-lo, transferiu seus olhos para a cauda do pavão, sua ave de estimação.

ARISTEU - Filho de Apolo e da ninfa Cirene. Era adorado como o protetor dos caçadores, pastores e rebanhos. Frequentemente, representado como um pastor juvenil carregando um cordeiro.

ÁRTEMIS (Diana) - Deusa-virgem da lua e da caça. Era filha de Zeus (Júpiter) e de Leto (deusa grega) e irmã gêmea de Apolo. Embora fosse uma deusa caçadora, Ártemis exibia facetas cruéis: matou o caçador Órion; condenou à morte a ninfa Calisto por deixar-se seduzir por Zeus; transformou Acteão em cervo para ser despedaçado por sua própria matilha e, com Apolo, exterminou os filhos de Níobe e Anfião, para vingar uma suposta afronta. Na Ilíada de Homero, desempenhou importante papel na Guerra de Tróia, ao lado dos troianos.

AS TRÊS GRAÇAS – Eufosina, Aglaé e Talia, eram deusas do banquete, da dança, detodas as diversões sociais e das belas-artes.

ASSOPO – Deus-rio, pai de Engina, raptada por Zeus (Júpiter). Asopo tentou reaver a filha, mas foi fulminado por um dos temíveis raios de Zeus. Sísifo, que o ajudara foi parar no inferno.

ATENA (Minerva) – Deusa virgem, padroeira da sabedoria, justiça, guerra e artes. Era filha somente de Zeus, que ao sentir uma terrível dor de cabeça, pediu a Hefesto, deus do fogo, que lhe abrisse o crânio. Então dele saltou Atena, já adulta. Atena teria sido concebida por Métis, antiga deusa da prudência, que foi. Em alguns mitos, havia uma profecia de que a criança que nasceria de Métis, a primeira mulher de Zeus, destronaria Zeus. Este, então, devorou Métis e teve Atenas sozinho. Sob a proteção dessa deusa floresceu Atenas, em sua época áurea.

ATLAS – Um dos Titãs, filho de Urano (Céu) e de Gaia (Terra). Lutou contra Zeus na Guerra dos Gigantes e foi derrotado. Acabou condenado por Zeus a suportar eternamente sobre os ombros o peso da abóbada celeste. É representado carregando um globo (a abóbada celeste).

BACANTES - Assim se denominam as ninfas que criaram Baco (Dionísio), as suas sacerdotisas e as mulheres que participavam dos cultos e bacanais em sua homenagem. Na celebração dos bacanais elas corriam ao acaso, vestidas de pele de tigre, desgrenhadas, aos gritos, trazendo na fronte uma coroa de heras (ou ramos de vinha) e empunhando um archote.

BÁLIOS – Um dos cavalos falantes e imortais, presenteados a Peleu (pai de Aquiles), por Posêidon (Netuno) por ocasião do casamento de Peleu. O outro se chamava Xantos. Aquiles levou-os consigo a Guerra de Tróia. Bálios e Xanto predisseram a morte de Aquiles.

BELEROFONTE - matou o monstro Quimera e domou o cavalo alado, Pégaso.

BÓREAS – Deus do vento norte. Filho Astreu e de "Eos" (Aurora). Representado na mitologia como um velho com os cabelos cobertos de neve. É caracterizado pelo temperamento violento e variável. Celebrizou-se por ter raptado "Orítia", filha de Erecteu, rei de Atenas, com a qual casou e que lhe deu os filhos Cálais e Zetes. ®Sérgio.

SEGUNDA PARTE E TERCEIRA PARTE: (clique no link)

Nomes Iniciados por "C, D e E".

Nomes de "G a Z".

As três partes estão reunidas em e-livros. Para baixá-lo clique AQUI!

TÓPICOS RELACIONADOS: (clique no link)

Deuses e Heróis Egípcios

Deuses da Mitologia Romana

Deuses da Mitologia Nórdica

Deuses da Mitologia Hindu

_________________________________________

N. T.: As informações expostas neste glossário são frutos de diversas pesquisas, em diversas fontes.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 03/09/2009
Reeditado em 31/12/2012
Código do texto: T1791313
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
1281 textos (14140580 leituras)
7 e-livros (5925 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/08/14 04:48)