Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GLOSSÁRIO DOS DEUSES E HERÓIS GREGOS

___________________________________________

Nomes de "G a Z"

"Os deuses gregos eram retratados como semelhantes aos humanos, porém imunes ao tempo, a doenças e a feridas. Eram capazes de se tornarem invisíveis, de viajarem grandes distâncias quase que instantaneamente e de falarem através de seres humanos sem o conhecimento destes.”

Os nomes entre parênteses correspondem à associação dos deuses romanos aos deuses gregos. Por exemplo: o deus Baco dos romanos está associado a Dionísio, dos gregos. Então Dionísio (= Baco).

GEIA (Terra) Surgiu do Caos. Sem princípio masculino gerou o Urano (Céu), as Montanhas e o Ponto (Mar). Unida a Urano teve os Titãs, os Ciclopes e os Hecatônquiros. Cansada de Urano, que vinha diariamente lhe fecundar, forneceu à seu filho Titã Cronos (Saturno) a foice com que este cortou os Testículos do pai - do sangue derramado nasceram as Erínias (Fúrias) e os Gigantes. Dos testículos lançados ao mar nasceu Afrodite (Vênus). Com Ponto teve Nereu, Taumante, Fórcis, Ceto e Euríbia. É tida como a grande mãe do Universo e dos Deuses.

GIGANTES - Filhos de Gaia (Terra) e do sangue derramado por Urano (Céu) quando este teve os testículos cortados por Cronos (Saturno), eram seres enormes, barbados e com cauda de serpente. Revoltaram-se contra os Deuses do Olimpo quando estes eliminaram os Titãs.

GÓRGONAS - Filhas de Fórcis e Ceto. Eram três: Esteno, Euríale e Medusa. Seres monstruosos possuíam cabeça enorme e cabeleira de serpentes, dentes longos e agudos, mãos de bronze e asas de ouro. Seus olhos eram faiscantes e quem ousasse fixá-los era petrificado.

GRIFO - Animal fabuloso com corpo de leão, cabeça e asas de águia, orelhas de cavalo. Encarregado de proteger o tesouro de Apolo e o vinho de Dionísio.

HADES (Plutão) – O deus dos mortos. Seu nome significa o invisível, porque possuía um capacete que o tornava invisível. Era filho de Cronos e de Réia, irmão de Zeus e de Poseidon. Destronado Cronos, coube a Hades, na partilha que os três irmãos fizeram entre si, o mundo subterrâneo. Reinava (em companhia de sua esposa Perséfone) sobre as forças infernais e sobre os mortos, no que se denominava "a morada de Hades" ou apenas Hades, que foi dividida em duas regiões: o Érebo, por onde os mortos passavam imediatamente após a morte, e Tártaro, a região mais profunda, onde os Titãs haviam sido aprisionados. Sombrio e sinistro, raramente visitava a terra. As escassas referências a Hades nas lendas gregas, em comparação com os outros grandes deuses, revelam o temor que essa divindade infundia ao povo.

HARPIAS - Representadas ora como mulheres sedutoras, ora como horríveis mulheres aladas. Tinham caras de velhas e corpos de abutre. Eram três: Aelo (a borrasca) e Ocípite (a rápida no vôo) e Celeno (a obscura). As filhas de Taumas e Electra procuravam sempre raptar o corpo dos mortos, para usufruir de seu amor. Por isso, aparecem sempre representadas nos túmulos, como se estivessem à espera do morto, sobretudo quando jovem, para arrebatá-lo. Só podiam ser afugentadas pelo sopro do espírito. Envenenavam, seus excrementos, tudo que fosse colocado a sua frente, sobretudo iguarias.

HARPÓCRATES – Deus do silêncio, filho de Ísis e Osíris. É o Horus dos Egípcios.

HÉCATE - Deusa noturna da magia e da feitiçaria. Filha de Astéria e Perseu. Representada em geral com três corpos ou três cabeças, ou ainda em forma de diferentes animais noturnos. Surgia em encruzilhadas. Identificada por vezes com Ártemis (Diana)

HECATÔNQUIROS - Filhos de Gaia (Terra) e Urano (Céu). São três: Coto, Giges e Briareu. Gigantes dotados de cem braços e cinquenta cabeças; pertenciam à geração dos Ciclopes e, com eles, ajudaram Júpiter (Zeus) e os Olímpicos na batalha contra os Titãs.

HEFESTO (Vulcano) – Deus do fogo, artesão divino que produzia muitos dos objetos utilizados pelos deuses: os raios de Zeus, a armadura de Aquiles e a primeira mulher mortal, Pandora, que recebeu vida dos deuses. Segundo o poeta Hesíodo, Hefesto foi gerado espontaneamente por Hera, em represália a paixão de Zeus por Metis. Nasceu coxo, sua mãe decepcionada com a feiura do filho, o atirou Olimpo abaixo. Outra versão diz que Zeus atiro-o para fora do Olimpo com um pontapé, devido a sua participação numa briga de Zeus com Hera. O defeito físico de Hefesto seria cosequência dessa queda. Sua queda durou um dia inteiro. Hefesto acabou caindo na ilha de Leno e foi recolhido por Tétis e Eurínome, com as quais permaneceu durante nove anos; voltando, depois, ao Olimpo, construindo um magnífico palácio de bronze para si próprio.

HÉLIO - Antigo deus sol, filho dos Titãs Hiperião e Téia, e irmão de Selene, deusa da lua, e Eos, deusa da alvorada. Era tão belo que seus irmãos Titãs o mataram de ódio. Acreditava-se que Hélio andava diariamente em sua carruagem dourada através dos céus, dando luz aos deuses e aos mortais. À noite ele mergulhava no oceano ocidental, do qual ele era carregado numa taça dourada para seu palácio no leste. É o único deus que pode ver toda a Terra do alto do céu, é o único que tudo sabe, e informa aos outros sobre certos segredo Mais tarde, Hélios (Sol) daria a tarefa de percorrer o céu com seu carro à Apolo. O Colosso de Rodes, era uma representação de Hélio.

HERA (Juno) – Filha de Cronos (Saturno) e de Réia. Casou-se com Zeus, seu próprio irmão e tornou-se rainha dos deuses. Protetora do matrimônio, extremamente ciumenta, buscava castigar as mulheres pelas quais Zeus se apaixonava. Foi responsável por grande parte da elaboração de tarefas para Hércules, a quem odiava por este ser filho de seu marido infiel. Mais tarde, no entanto, perdoá-lo-ia diante de sua coragem e força, e tratá-lo-ia como um filho. As mulheres casadas invocavam seu auxílio no momento do parto. Iris (deusa do arco-íris) era sua servente e mensageira. O pavão sua ave preferida.

HERACLES (Hércules) – O maior dos heróis e semideuses grego. Filho de Zeus e uma mulher mortal, Alcmena. Há uma série de lendas a seu respeito, das quais a mais famosa é conhecida como os Doze Trabalhos de Hércules, efetuados a mando de Hera (Juno).

HERMAFRODITO - Filho de Hermes e Afrodite, cujos nomes compõem o seu. De uma enorme beleza, inspirou forte paixão à ninfa Salmácis, que pediu aos deuses para nunca mais se separarem; estes juntaram os dois amantes em um só corpo, criando um andrógino, isto é, um ser dotado de dois sexos.

HERMES (Mercúrio) – O mensageiro dos deuses. Filho de Zeus (Júpiter) com a ninfa Maia. Zeus a possuiu na calada da noite enquanto Hera dormia. É representado por um jovem de porte atlético e trazia azas no capacete e nas sandálias. Na mão levava uma haste com duas serpentes, chamadas caduceu. Atribuía-se a Hermes a invenção da lira. Certo dia, encontrando um casco de tartaruga, fez alguns orifícios nas extremidades opostas do mesmo, introduziu fios de linho através desses orifícios, e a lira estava completa. As cordas eram nove, em honra das musas. Hermes ofereceu a lira a Apolo, recebendo dele, em troca, o caduceu.

HESPÉRIDES - Filhas da Noite. São três: Egle, Erítia e Hesperaretusa. Sua função era manter e proteger o jardim onde Hera (Juno) guardou os pomos de ouro que ganhara de Terra (Gaia) como presente de casamento. As Leis divinas dizem que os frutos do jardim das Hespérides não devem deixar o jardim, sob pena de punição dos deuses.

HÉSTIA (Vesta) – Deusa dos laços familiares. filha de Cronos (Saturno) e Réia (Cibele). Representada pelo fogo da lareira. Cortejada por Poseidon e Apolo, jurou virgindade perante Zeus. Por isso nunca casou-se ou teve amantes. Em Roma suas sacerdotisas eram chamadas vestais, e faziam votos de castidade.

HIMENEU Deus do casamento, filho de Apolo. Personificação dos cantos nupciais.

HIPNOS - Deus grego do sono, filho da Noite e irmão gêmeo de Tânato. Representado por um jovem alado, que percorre o mundo e adormece os seres.

ILÍCIA – Deusa que preside os partos. Filha de Zeus (Júpiter) e Hera (Juno).

IO - Filha do Deus-rio Ínaco e de Mélia. Amada por Zeus, que a transformou em novilha para escondê-la da ciumenta Hera. Io foi adorada entre os Egípcios com o nome de Ísis.

ÍRIS – Irmã das Harpias, não tinha, porém, a feiúra das irmãs. Representa o arco-íris e era mensageira de Hera.

JASÃO – Famoso herói grego, chefe dos Argonautas (grupo de heróis, formado por Hércules, Orfeu, Castor e Pólux, e outros) que navegou no navio "Argos" em busca do Velocino de Ouro.

LETO (Latona) - Filha de Ceo e Febe. Com Zeus (Júpiter) teve Apolo e Ártemis (Diana).

MÉTIS (Prudência) - Filha do Oceano e de Tétis, foi a primeira amante de Zeus. Ela ofereceu ao amante a poção mágica graças a qual Cronos (Saturno) restituiu os filhos que engolira. Mais tarde, grávida de Júpiter Zeus, foi engolida pelo amante, pois Gaia (Terra) havia previsto que o próximo filho de Métis destronaria o pai. Ao terminar a gestação, dentro de Zeus, saiu de sua cabeça Atena, aberta com um machado por Hefestos (Vulcano).

MEDUSA - Uma das Górgonas. Filha de Fórcis e Ceto. Também era chamada simplesmente de Górgona. Temida até pelos Deuses, exceto por Poseidon (Netuno) que chegou a ter um filho com ela. Foi morta por Perseu a mando de Polidectes.

MORFEU - Deus dos sonhos, filho de Hipnos. Morfeu formava os sonhos que vinham para aqueles que adormeciam. Ele também representava seres humanos em sonhos.

MOIRAS (Parcas) - Filhas de Zeus e Têmis. Personificam o destino. Eram três: Cloto, a fiandeira, tecia o fio da vida de todos os homens, do nascimento à morte; Láquesis, a fixadora, determinava-lhe o tamanho e enrolava o fio, estabelecendo a qualidade de vida que cabia a cada um; e Átropos, a irremovível, cortava o fio quando a vida que representava chegava ao fim.

NARCISO - Jovem de rara beleza, filho do deus-rio Cefiso e da ninfa Liríope. Apaixonou-se pela própria imagem refletida nas águas de uma fonte. Acabou morrendo afogado ao mergulhar nas águas da fonte para abraçar-se.

NÊMESE – Deusa da vingança, que representava a justa ira dos imortais, em particular para com os orgulhosos e isolentes.

NEREU - Deus do mar, filho de Ponto e Géia. Foi casado com Dóris, uma das filhas do Titã Oceano, com quem teve 50 lindas filhas, as ninfas do mar, conhecidas como Nereidas. Tinha o dom da profecia e a faculdade de tomar várias formas. Era representado com os cabelos, sobrancelhas, queixo e peito cobertos por juncos marinhos e por folhas de plantas similares.

ÓRFEU - Poeta e músico. Filho da musa Calíope e Apolo, deus da música, ou Eagro, rei da Trácia. Recebeu a lira de Apolo e tornou-se um músico tão perfeito que não havia nenhum mortal capaz de ser melhor do que ele. Orfeu é mais conhecido pelo seu casamento com a adorável ninfa Eurídice. Logo depois do casamento a noiva foi picada por uma vespa e morreu. Triste com a perda, Orfeu resolveu ir ao mundo subterrâneo e tentar trazê-la de volta, algo que nenhum mortal jamais havia feito.

ÓRGONAS – Eram: Euríale, Esteno e Medusa, filhas de duas divindades marinhas obscuras. Por isso, eram monstros marinhos com aparência humana; tinham serpentes no lugar de cabelos. Das três, Medusa é a mais famosa. Foi morta por Perseu, que lhe cortou a cabeça. Seu olhar tinha o poder de converter as pessoas em pedra.

OS DACTILS - Era um grupo de seres mitológicos que viviam no Monte Ida. Os Dactyli protegeram Zeus, quando ele era criança.

OS SÁTIROS – Divindades dos bosques e dos campos, imaginados como tendo cabelos cerdosos, pequenos chifres e pés de cabra.

PANDORA - Criada pelos deuses por ordem de Zeus para punir a raça humana pelo roubo do fogo dos deuses. As divindades dotaram-na de beleza, graça, audácia, força, persuasão e habilidade, manual, de modo a conquistar e atrapalhar os homens. Zeus entregou-lhe uma caixa contendo todos os males existentes e enviou-a a terra para seduzir os mortais e levá-los a perdição.

PALAS (Minerva) – Deusa da Sabedoria, era filha de Zeus (Jupiter), mas não tinha mãe. Saíra da cabeça do rei dos deuses, completamente armada. A coruja era seua ave predileta e a planta a ela dedicada era a oliveira.

PAN Deus dos bosques, dos campos e da fertilidade, filho de Hermes, mensageiro dos deuses, e da ninfa Dríope. Era metade animal, metade homem, com chifres, membros inferiores, cascos e orelhas de bode. Era uma divindade travessa. Um músico maravilhoso, acompanhava com sua flauta, as ninfas da floresta quando elas dançavam. O deus era galanteador, mas sempre rejeitado por causa de sua feiura. Pan assombrava as montanhas e cavernas e todos os lugares selvagens, mas seu local predileto era a Arcádia, onde nasceu. A palavra "pânico" se supõe derivar dos temores de viajantes que ouviam o som de sua flauta durante a solidão noturna.

PERSÉFONE (Proserpina) – Filha de Deméter (Ceres) e Zeus. Foi raptada por Hades (Plutão) que se apaixonou por ela e a carregou para os Infernos.

PERSEU – Herói grego nascido de uma chuva de ouro que Zeus (Júpiter) fez cair sobre Danae. Matou a terrível Medusa, cortando-lhe a cabeça e libertou a princesa Andrômeda da serpente marinha.

POSSEIDON (Netuno) – Era o senhor do mar. O segundo em importância na escala do Olimpo. Tinha um esplendoroso palácio no fundo do mar, onde morava com sua esposa Anfitrite, e seu filho Tritão. Teve inúmeros casos de amor, especialmente com ninfas de riachos e fontes, e teve filhos conhecidos pela sua selvageria e crueldade, entre eles o gigante Orion e o Ciclope Polífemo. Sua arma era o tridente, com o qual levantava as ondas fragorosas, que engoliam as naus, e fazia estremecer o solo ou despedaçar os recifes. Por isso, era considerado um deus traiçoeiro, pois os gregos não confiavam nos caprichos do mar.

PROMETEU – Símbolo da humanidade. Filho de Japeto e Clímene. Pertencia à estirpe dos Titãs, inimigos dos deuses olímpicos. Prometeu fez do barro da terra um homem e roubou uma fagulha do fogo divino, a fim de dar-lhe vida. Para castigá-lo, Zeus envia-lhe a bonita Pandora, portadora de uma caixa que, ao ser aberta, espalharia todos os males sobre a Terra. Como Prometeu resistiu aos encantos da mensageira, Zeus o acorrentou a um penhasco, onde uma águia devorava diariamente seu ficado, que se reconstituía.

PORFIRIÃO - Um dos gigantes, filho de Gaia (Terra) e Urano (Céu). Foi morto na guerra contra os Olímpicos, sendo flechado por Hércules e atingido por um Raio de Zeus - uma vez que era necessário ser ferido por um mortal e um imortal para ser morto.

QUERES - Filhas da Noite. Eram seres negros alados, com grandes dentes e agudas unhas. Iam de encontro aos moribundos aterrorizar-lhes a alma e debilitar-lhes o corpo.

RÉIA (Cibele) - Uma das Titânias. Casou-se com seu irmão Cronos (Saturno) com quem teve os Deuses Olímpicos.

SELENE (Lua) - Filha de Hipérion e Téia. Percorre toda noite, em seu carro de prata puxado por dois cavalos, pouco depois do carro de seu irmão Sol. Representa a Lua. É frequentemente confundida com Ártemis (Diana).

SÊMELE - Mãe de Dioniso (Baco). Foi morta ao ser exposta aos raios de Zeus e toda sua luz. Dioniso foi buscá-la no inferno, trocou seu nome para Tione e colocou sua mãe no Olimpo.

TESEU - Um dos maiores heróis gregos, filho de Etra e Egeu, uma de suas maiores façanhas foi matar o Minotauro.

TIFÃO – Era filho de Hera (Juno). Com Equidna, teve a Hidra de Lerna, Ortro, a Quimera e Cérbero - todos monstros - Tifão era maior que as montanhas, tocava as estrelas. Seus braços abertos iam do Ocidente ao Oriente. Seu corpo era coberto de plumas e, da cintura para baixo, rodeado de serpentes. Possuía cem cabeças de dragão. Quando Júpiter eliminou os Gigantes, Gaia (Terra) enviou-o para eliminar os Deuses Olímpicos. Todos, exceto Zeus (Júpiter) e Atena (Minerva) ficaram no Olimpo para defendê-lo, enquanto os demais deuses fugiram de medo. Ferindo Zeus gravemente, prendeu-o numa caverna e cortou-lhe os tendões, enviando-os para Delfina. Usando de muitos artifícios, Hermes (Mercúrio) e Pã conseguiram vencer Delfina e retornar os tendões de Zeus. Depois de amplo combate, Tifão foi derrotado e enterrado no monte Etna. Hefesto (Vulcano) colocou-lhe sobre suas cabeças pesadas bigornas, impedindo-o de libertar-se. Esta foi a única vez que Zeus chegou perto da derrota.

TITÃS - Filhos de Gaia (Terra) e Urano (Céu): Ceo, Crio, Saturno (Cronos), Hipérion, Iápeto, Oceano, Téia, Réia (Cibele), Têmis (Justiça), Mnemósine (Memória), Febe e Tétis. Logo que nasciam, eram encerrados no Tártaro por seu pai, junto com seus irmãos Ciclopes e Hecatônquiros. Quanto a Cronos destronou o pai, libertou apenas seus irmãos Titãs. Mais tarde, os Ciclopes e Hecatônquiros seriam libertados pos Zeus (Júpiter) para ajudá-lo em guerra contra os Titãs e, ao vencê-los, os Titãs foram presos no Tártaro (exceto as Titânias, que foram deixadas livres).

ULISSES – Famoso herói grego. Célebre pela esperteza e engenhosidade.

URANO (Céu) - Filho e esposo da Terra (Gaia), com ela teve os Titãs, os Ciclopes e os Hecatônquiros.

VENTOS - Filhos de Eos (Aurora) e Austro são quatro: Bóreas ou Setentrião, Zéfiro ou Favônio, Euro ou Vulturno e Noto ou Austro; segundo diferentes versões.

VOLÚPIA - Filha de Eros (Amor) e de Psiquê (Alma). Personifica o prazer, sob todas as formas.

ZÉFIRO - Um dos quatro ventos, filho de Eos (Aurora) e Astreu. Representa o vento do Oeste.

ZEUS (Júpiter) – Pai dos deuses. Chefe supremo do panteão Olímpico. Seu nome significa resplandecente, brilhante e está associado ao raio e trovão. Era o sexto filho de Cronos (Saturno) e de Reia. Foi o primeiro filho de Réia a ser poupado do pai, que devorava os filhos. Depois de crescer em Creta, libertou os irmãos que estavam no interior de Cronos e tomou o poder do Olímpo tornando-se o Deus dos deuses. Zeus inspirou muitos mitos e lendas, sobretudo pela quantidade de mulheres que possuiu. Tinha como mulher oficial Hera (Juno), uma de suas irmãs. ®Sérgio.

PRIMEIRA PARTE E TERCEIRA PARTE: (clique no link)

Nomes Iniciados por "A e B".

Nomes de "G a Z".

As três partes estão reunidas em e-livros. Para baixá-lo clique AQUI!

TÓPICOS RELACIONADOS: (clique no link)

Deuses e Heróis Egípcios

Deuses da Mitologia Romana

Deuses da Mitologia Nórdica

Deuses da Mitologia Hindu

_________________________________________

N.T.: As informações expostas neste glossário são frutos de diversas pesquisas, em diversas fontes.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me.

Agradeço a leitura e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte sempre!

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 05/09/2009
Reeditado em 31/12/2012
Código do texto: T1793754
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 67 anos
1281 textos (14917286 leituras)
7 e-livros (6230 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/14 04:17)
Ricardo Sérgio



Rádio Poética