Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ESTROFE

__________________________

Estudos Literários

 

ESTROFE (Grego; strophê = volta) - Originalmente, estrofe designava a primeira parte da intervenção do coro nas odes gregas, quando os cantores executavam "uma volta" ao redor do palco. Caiu no esquecimento durante a Idade Média. Em meados do século XVI, o poeta francês Ronsard, tomou o vocábulo de empréstimo ao grego. E ainda com a denotação de "volta" difundiu-se por toda a Europa. Somente no século XIX passou a ter a significação que perdura até hoje: estrofes, cobra ou talho (poesia trovadoresca) e copla (canções populares). É cada uma das partes que constituem um poema, ou seja, grupos de versos distribuídos no poema, de qualquer tamanho, rimado ou não. A estrofe corresponde ao parágrafo no texto em prosa.

As estrofes podem ser simples, isto é, formadas de versos da mesma medida; compostas, onde grupos de versos maiores se compõem a versos menores; e livres, onde se admitem versos de qualquer medida.

Quanto ao número de versos, as estrofes se compõem de dois (dísticos), três (tercetos ou trísticos), quatro (quartetos ou quadra), cinco (quintilhas), seis (sextilhas), oito (oitavas) ou dez (décimas) versos. As estrofes de sete e nove versos não têm nome especial. O poema de um só verso recebe o nome de monóstico.

O dístico é muito empregado nos ditados e provérbios populares. O esquema de rimas é aa, bb, cc, etc.:

Mocidade ociosa, [a]

velhice vergonhosa. [a]

Água mole em pedra dura

Tanto bate até que fura.

A estrofe de oito versos (oitava) apresenta uma forma invariável, denominada heroica, e outra variável: a oitava lírica.

A oitava heroica, assim denominada por ser usual nos poemas épicos, compõe-se de versos decassílabos (dez sílabas) e rima abababcc, como se pode verificar em qualquer estrofe de Os Lusíadas.

A oitava lírica, que admite grande variedade, por exemplo, justaposição de duas quadras. Tipo especial de oitava é o triolé, na qual o primeiro verso se repete como quarto e o primeiro e o segundo como sétimo e oitavo.

Pouco usada é a estrofe de nove versos. Pode ser definida como uma quadra e uma quintilha justaposta.

A décima é a justaposição de uma quadra e uma sextilha, ou de duas quintilhas.

Convém observar, que nem sempre um pensamento se completa dentro da estrofe, tendo de se desdobrar em diversas estrofes; e assim como um verso pode encadear-se no seguinte, uma estrofe pode conectar-se com outra.

Estribilho é um verso que se repete no fim das estrofes, a intervalos regulares, ao longo de um poema. Chama-se também refrão. O estribilho é um recurso típico da poesia popular; pode ocorrer na balada, canção, cantiga, ode, rondó, para só citar essas. ®Sérgio.

Tópicos Relacionados: (clique no link)

O Triolé não é Rondel ou Rondó.  

A Cantata – Estudos Literários.  

A Estância.  

O Rondel e o Rondó.  

O Quiasmo no Poema.  

Décima.  

Epigrama.  

Rapsódia.

O Cansó.

________________________________________

Ajudou neste estudo: Assis Brasil - Vocabulário Técnico de Literatura; Ediouro, Rio de Janeiro, 1979.

Se você encontrar omissões e/ou erros (inclusive de português), relate-me. Só enriquecerá este trabalho.

Agradeço a leitura do texto e, antecipadamente, qualquer comentário. Volte Sempre.

Ricardo Sérgio
Enviado por Ricardo Sérgio em 06/01/2006
Reeditado em 09/05/2012
Código do texto: T95016
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Ricardo Sérgio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 69 anos
1281 textos (21167382 leituras)
7 e-livros (8544 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:08)
Ricardo Sérgio